terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Insonia, insonia que não me abandona...

Esta é a quinta noite consecutiva sem dormir mais que quatro horas e pouco. Acordo ás 3 da matina e sigo até levantar, acordar a Jubs, preparar café... etc etc...
Ansiedade pura? Sim, claro! Mas me ensina como manobrar esta desgrama...

A Jubs capotada, minha cachorra idem.. eu fico de luz apagada, mudo de lado, afofo o travesseiro, ponho coberta, tiro coberta, ligo tv, vejo filme, desligo a tv... e recomeço o ritual de mudar de posição até que começa clareando o dia, os pássaros começam á cantar e eu penso que tive outra noite sem dormir.
O BONITÃO não tem dado o ar da graça desde a semana passada quando a Jubs disse á ele que não queria falar com ele... ele ficou chateado e perguntou á ela se ela não sentia saudades dele, a resposta foi curtinha:
- Não!
Ele ficou indignado. Na boa? Como é que alguém sente sua falta? Quando você faz parte da sua vida, do seu dia á dia... Agora aquele ser que NUNCA DÁ O AR DA GRAÇA e acha que vai fazer falta? Tá de sacanagem, né?
A Jubs continua negando a ida nas férias com ele, pedindo, reclamando, chorando para não ir e o BONITÃO diz que ele TEM DIREITO  e que ela vai. Acontece que ela também tem direito... e se ele fosse um pouco mais ESPERTO ia ver que se fazer presente mais vezes ia ter um resultado melhor que impor a estadia absurda de quase um mês com ele.
Então o que eu posso fazer? Perder o sono! Passar a noite me torturando porque queria achar uma solução para minha filha e não consigo. A cabeça não pára de pensar... nem o cansaço a vence. Agora estou eu aqui, escrevendo para desabafar com olheiras enormes parecendo um panda!
Pior é que levantar e passar o dia como um zumbi sem conseguir fazer nada direito. Não consigo estudar, não consigo me cuidar (correr ou ir á academia), só faço tudo para a Jubs mas para mim? Necas! E acha que eu fico preocupada? Que nada! A preocupação é focada: Jubs não quer viajar! Noutro dia, quando estava voltando com a Jubs da escola fiz uma sequência de perguntas:
- Jubs, o que você mais ama no mundo?
- Minha mãe. (óbvio que amei ouvir isto!)
- Qual seu maior sonho?
- Ir para a Disney.
- Qual seu maior medo?
- Meu pai.
Eu quase freei o carro! Como é que é?
- Jubs, você tem medo do seu pai por que? Ele te bate? Ele briga contigo? Porque brigar eu também brigo e com muito mais frequência.
- Não mãe... Eu tenho medo porque ele BERRA comigo e porque tenho medo dele me levar para longe de você e nunca mais me trazer de volta.
Berrar? Bem... há anos atrás eu me lembro do BONITÃO se gabando que estava num supermercado e a Jubs (devia ter uns 3 anos e pouco) mexeu em algo numa prateleira. Ele descreveu o que ele fez da seguinte forma:
- Ela mexeu no que não devia, eu berrei tão alto com ela que as pessoas de outros corredores vieram ver o que havia acontecido e a Jubs se 'mijou' toda! Garanto que agora ela irá pensar duas vezes antes de mexer em algo.
Se ele berrou assim com ela quando ela tinha 3 anos quase 4, imagine agora com 7 anos quase 8?!?!?

Só sei que hoje á noite tem algo certo:  A INSONIA!


segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Novamente o suspense de dezembro...

E então...? O que virá em DEZEMBRO?
Eu que sempre adorei a chegada das férias quando era pequena, e até quando era adolescente, agora não suporto este mês. Não pelas férias em si, porque amo estar com a minha pequena e curti-la sem ter que ir á escola e cursos extras... mas pelo suspense horroroso que o BONITÃO me faz passar.
Como o BONITÃO quer levar a Jubs na MARRA para passar os 28 dias com ele, ele pouco tem ligado para ela para não ouvir dela que não quer ir. Por sua vez, a justiça nada fez e nada faz. O que ouvi da parte jurídica foi: "Ela não tem pavor ou medo do pai, ela só não quer ficar tanto tempo com ele mas isto é porque ela não tem costume com ele. Etão ela tem que ir e ponto final." Bonito isto, não? Óbvio que ela não tem medo dele afinal eu não fomento isto. Não quero que ela se apavore com ele mas receio ela tem sim porque ele é um desconhecido para ela e pouco faz para mudar isto. Ele quer que EU mude por ele. É doideira mas é a realidade.
A Jubs ainda não sabe que tem que ir e pronto... Estou tentando usar da técnica do 'gato subiu no telhado...' mas o que realmente queria era 'luzinha no fim do túnel'  sobre o que fazer para minimizar este problema.
Quando converso com a Jubs sobre viajar com o pai ela na hora responde: "Mãe, se for para ficar uns 2, 3 ou 4 dias no máximo, tudo bem... mas quase um mês não dá!". E eu a entendo... afinal... pessoas que nunca a veem, que nunca ligam, que nunca nada!
Sim... ela vai com celular para poder me ligar á hora que quiser... óbvio! Mas... o BONITÃO ou a BONITONA ou ainda a MÃE DO BONITÃO escondem o celular dela, o desligam ou tiram o som da chamada... a Jubs fica sem poder falar comigo que é algo que faço todo santo dia, esteja ela com o pai ou com quem for. Acho que isto é o correto. Cresci assim, com uma mãe preocupada em saber como seus filhos estavam na sua ausência.
O que que eu faço...? Queria fugir!!!! mas sei que isto me poria contra a lei e daria ao BONITÃO "a faca e o queijo". Não consigo dormir (de novo!!!! sempre antes das férias é a mesma coisa), não consigo me concentrar, não consigo me cuidar.... Caramba!
Como faço para ajudar a minha filha?

domingo, 16 de novembro de 2014

Tensão Pré-Dezembro

"Mais um ano vai, outro ano vem... rolou tanta coisa e tudo bem. Se você tentou e não realizou, tudo se resolve no ano que vem..." vinheta antigona da BRAHMA
Eu já estou em ritmo de final de ano... Já estou sofrendo pelo fim do ano desde o meio de novembro.
QUE BELEZA, não é? Ao invés de eu estar esperando o ano acabar para ter coisas novas e tal, estou querendo ver o que o final do ano trará para mim... melhor: PARA A JUBS e o que ela receber refletirá em mim.
Ela continua a SAGA TELEFÔNICA dizendo ao pai que não quer ir, querendo saber o por que dele não querer ouvi-la e a resposta recebida sempre é: "Você vai porque vai. Porque é MEU DIREITO e vamos parar com este assunto senão eu desligo", e depois só liga uma semana e pouco depois. Ela volta á insistir e ele volta á responder o que ela não quer ouvir.
Digo á Jubs que ela tem manter a posição dela, se ela não quer ir, ela não vai (não sei como farei isto pelo tramites legais visto que a audiência ou encontro com psicóloga da justiça não há nem menção de ocorrer), tenho que fazer algo. Sei!!! Vou sumir!! Virar fugitiva??? risos... Até parece! Correr o risco de perder a guarda da Julia para o BONITÃO por este capricho? Nem pensar!
Mas TEM QUE HAVER ALGO QUE EU POSSA FAZER PARA AJUDA-LA! Só que o que? Não tenho idéia alguma.
Dói ver minha pequena sair do telefone atônita dizendo:
- Ele não me ouve, mãe! Eu falei várias vezes, eu tentei mesmo... mas ele diz que eu vou e pronto. Só que eu não quero ir!!! Poxa... Por que ele não me ouve?
Eu quase choro junto. Dói não poder amenizar a dor do seu filho.
Mas... E SE O BONITÃO QUISESSE MATAR AS SAUDADES DA JUBS? Será que é isto? POUCO PROVÁVEL, como digo, se ele realmente gostasse da filha, a postura dele seria outra. A impressão que tenho é que ele faz o que faz para me atingir porque tem certeza que eu sofro tanto ou mais que a Jubs. Agora... que tipo de pessoa faria isto á própria filha? Tem que ser muito mau e egoísta... e outros adjetivos que não irei escrever. (Mulher na TPM num domingo á noite... tensa por causa do PRÉ-DEZEMBRO se "soltar as amarrar"... ui! vou acabar indo longe demais na descrição do que acho do BONITÃO).
A única coisa que sei com certeza é: VOU PROCURAR FAZER QUALQUER COISA QUE AJUDE A JUBS. Se ela amanhã resolver ir com o pai, ela vai..... mas SE ELA NÃO QUISER IR... TENHO OBRIGAÇÃO MATERNA DE AJUDA-LA CUSTE O QUE CUSTAR!

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Gostar ou não gostar... EIS A QUESTÃO!

A Jubs me pegou num papo ontem...:
- Mãe, eu adoro meu padrinho, sabia?
- Sabia sim...
- Adoro você, meus primos... tio, avós... minha bisa... 
- Também já sabia...
Senti que vinha alguma informação PUNK após o intervalo com introdução da música do Darth Vader...

- Mas não gosto muito do meu pai. É errado sentir isto?
PUTZ! E agora digo o que TUDO quero dizer e ponho os 'demônios' para fora ou engulo e digo o que deve ser dito, afinal ele é O PAI DELA? Nenhum dos dois!
- Olha Jubs... Mais que qualquer coisa, devemos gostar de quem gosta de nós... Agora... gostar e não ser correspondido não dá.
- É mãe mas não acho que ele goste de mim como ele diz gostar não...
VONTAAAAAAAAAAAAAAAAADE DE CONCORDAR!!! mas fiquei na mesma linha de deixa-la pensar por si mesma e tirar suas próprias conclusões.
- Filha... o seu pai é meio diferente de nós daqui de casa... Sei que ele não telefona muito então fica complicado mas se ele não fosse legal a mamãe não teria casado com ele, não acha?
- MUITO?? Mãe, ele não liga nunca e quer saber? Eu acho bom que não ligue... Não gosto de falar com ele. E mãe, sei que você casou com ele... mas eu acho que ELE É ESTRANHO...
Ai JESUS!!! e agora? Só falou dizer que eu "vi algo que ela não vê" e que É VERDADE!
- Não gosta de falar com ele? Mas Jubs, você já fala tão pouquinho.
- Então... Isto que é bom, mãe! Ele é MUITO CHATO! Só fala mal da minha casa, da minha família e pergunta só da minha escola. Conversinha chata a dele...
Concordo mas: ele é o pai dela... E aí? Força-la á falar com ele é errado... agora FORÇA-LA á GOSTAR dele é mais errado ainda.
- Jubs... Você já tentou falar para ele perguntar sobre OUTRAS COISAS?
- Já!!! Um monte de vezes mas ele diz que outra conversa não interessa á ele não... Então a conversa que ele quer eu não gosto, então falar com ele para que? Mãe, não acho que ele goste de mim não... mas não me importo com isto não.
- Ué! Claro que ele gosta de você!!! E conversar é para ver se tem assunto no caso de você passar dias com ele, sejam nas férias ou em feriados.
Vi que ela mudou a fisionomia quando falei "FÉRIAS".
- Mãe! Já disse não quero e NÃO VOU PASSAR FÉRIAS COM ELE.
Na mesma hora pensei, DE NOVO, no STAR WARS, o bom e velho diálogo entre o Luke e o Darth Vader:

Me responde: O que adianta o Darth Vader ser o pai do Luke Skywalker e não ser um bom pai? Não ter sido presente? Não estar nos momentos que ele precisou do pai? A estória da Jubs é igual...
E aí, SENHORA JUSTIÇA, QUANDO É QUE VOCÊ PRETENDE OUVIR A MINHA FILHA DIZER ISTO TUDO QUE EU ANDO OUVINDO?

terça-feira, 28 de outubro de 2014

A idade aumenta e a rapidez das respostas idem!

A Jubs está cada vez mais rápida e sagaz em responder á altura do que for! Eu peno com isto porque me prometi que seria uma mãe que iria acertar onde acho que meus pais erraram então procuro explicar tudo. Mas como lidar com uma metralhadora de perguntas?
Engraçado porque, na hora, o que eu penso é: "Meu Deus!!!! Como vai ser quando ela estiver com o pai???" porque eu, mesmo ficando zangada-chateada-fula (ás vezes)-com vontade de gritar!!!! eu procuro engolir a 'quase ebulição' e respirar... contar até 10 e falar... Acha que o BONITÃO irá fazer isto?? NO WAY!!!!!!!
Sinto pela Jubs...  Óbvio também que não fui uma santinha que não respondia nada, a diferença é que eu comecei á fazer isto com uns 5 ou 6 anos mais... fico boba com a antecipação das fases. Se eu que convivo me canso, fico boba, etc... imagine quem nunca a vê?
Ontem mesmo o BONITÃO ligou para ela. Não disse que iriam espaçar as ligações? Desta vez passaram 8 dias entre uma ligação e outra. E sabe quantos minutos a Jubs falou com ele?? Menos de 5! Chocante! Eu sempre pergunto se está tudo bem, se ela se chateou... e a resposta quase sempre é a mesma: "Não aguento falar com ele! Ele é muito chato!! Só pergunta da escola! Eu respondi que não tinha novidades e fiquei quieta aí ele disse que ia desligar então... Mandei um beijo e desliguei". Pensando realmente na situação, ela está errada? Se ele tivesse outra postura com ela (nem levo em conta a situação dele comigo) acredito que fosse realmente errado este comportamento dela mas... Mas ele ligando de vez em quando, não procurando saber da vida dela (o que ela gosta, o que ela fez no final de semana) e só se atendo á escola, fica bem complicado pois ela, como escrevi antes, não é boba! A Jubs sabe quem é o BONITÃO, pode não realizar os sentimentos que ela têm pelo que ele fala e como ele age mas que ela sente que existe algo estranho vindo da maneira dele ser com ela... Será que ela sente que ele quer manobrá-la? OU então ela vê o lance da 'lavagem cerebral'? Não sei... vejo que ela sente mas ainda não consegue descrever além da tristeza que ela sente dele falar mal de mim, dos meus pais e irmãos, da minha casa e tudo á meu respeito, ou seja, á respeito dela também e do medo que ela tem de viajar com ele e ficar muito tempo longe de casa. 
Hoje ela indo para a escola, ela pergunta: "Mãe, podemos fugir?"... Hein???? Como é que é??? Fugir!...:
- Fugir de que e para onde?
- Fugir para qualquer lugar para sumir e meu pai não me achar...
- Jubs, de novo o medo de viajar com ele no final do ano?
- É mãe! Tô com medo que ninguém me ouça e eu tenha que ir com ele mesmo não querendo...
Vontade de fugir também...

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Relatividade das palavras...

A Jubs me chega perguntando:
- Mãe, o que é MEDÍOCRE?
- É algo meio... no meio. Não é nem bom nem mau; Não é ruim nem bom. Por que?
- Porque o meu pai disse que você é MEDÍOCRE e que eu ia ser muito mais feliz se morasse com ele.
HEIN????????????????????? COMO É QUE É??? Este homem está apelando demais e, também, ultrapassando os limites.
Olha... eu engoli em seco para não falar meia dúzia de palavrões, pegar o telefone e tirar satisfações á respeito. Acalmei e pensei, é isto que o BONITÃO quer! Que eu "perca a linha e solte os cachorros" nele.
Acontece que estou há muito tempo ficando quieta, aguardando que a justiça veja o meu 'bom comportamento' e minhas atitudes diferem do que ele me acusou: QUE EU FAÇO ALIENAÇÃO PARENTAL, ou seja, QUE EU FALO MAL DELE quando, na verdade, é ele quem fala de mim.
Estou ficando cansada de ser 'boa moça', educada para ser chamada de medíocre e ficar quieta. Já aturei ele falando que eu não presto, que não sou boa mãe, que quem seria boa mãe e quem presta é a BONITONA, que meus pais também não prestam e não são bons o bastante, minha casa é velha e que ele é que é o bom. O BONITÃO diz que a casa dele que é nova e moderna, que a Jubs terá acesso á coisas melhores com ele, que eu não sou boa o bastante para ELA 'GASTAR O TEMPO DELA FICANDO POR PERTO'. É ou não é para pegar o pescoço e torcer?
O cansaço tem aflorado e a paciência "encurtado"... O que fazer? Não sei... O que tenho feito é explicado à Jubs o que significam as palavras que o pai dela diz e a deixo ver se são condizentes com o que ela vê. Sabem qual o resultado? Ela me olha triste e diz: Mãe!! Meu pai mentiu, DE NOVO, para mim. Ele falou, DE NOVO, mal da minha família e minhas coisas. Você entende porque eu não gosto dele?
Não sei se isto é certo ou errado de fazer, SEI QUE O QUE ELE FAZ É ERRADO. O BONITÃO tem 'aloprado' e 'jogado sujo' para ver se muda a cabeça da Jubs só que o que ele não vê é que 'ele está dando um tiro no próprio pé'.
Cada vez menos a Jubs quer contato, nem mesmo falar com ele ao telefone. Ela atende o telefone e fica dizendo: "Hum... Hã... Tá... É...." e além disto fica batendo no plug do telefone para ficar fazendo barulhos mil para ver se o BONITÃO desiste e desliga.
Quando perguntei á ela o porque desta atitude com o pai, ela me explicou: Mãe, fico de saco cheio de falar com ele! É sempre a mesma conversinha chata! "O que você fez na escola? Como foi na escola?". Ele nunca pergunta se estou bem, feliz, ele não pergunta da minha vida. E sempre arruma um jeito de falar mal da minha família. Odeio isto!
Como disse: TIRO NO PRÓPRIO PÉ!
Só queria que a Jubs não tivesse que passar por isto. É triste vê-la chateada com o BONITÃO porque, indiretamente, fui eu quem coloquei este cara na vida dela.
Quanto tempo ainda demorará para a justiça me ouvir e impôr uma distância para o BONITÃO ficar longe da Jubs?

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

E a vaca tá querendo ir para o BREJO...

Quem tem filhos sabe que todo dia é uma 'aventura'... Tem novidades, piadas, brincadeiras e também tem os pepinos...
A Jubs, hoje de manhã, me viu escrevendo o nome dela num livrinho que ela terá que ler na escola e me perguntou:
- Mãe, por que você escreve meu nome todo e ainda mais o sobrenome do meu pai?
Mal sabe ela que o pai dela já fez escândalo pela ausência do sobrenome dele em outra data.
- Jubs, seu nome todo é o SEU NOME e também é a maneira mais fácil do livro ser entregue caso você o perca na escola. Vão saber rapidinho que é seu.
- Mãe, eu não perco as coisas na escola. E se colocar só o seu sobrenome já basta... Já sabem que sou eu.
Ai, caramba...
- Jubs, seu pai gosta que o sobrenome dele conste nas suas coisas. Ele acha que é uma maneira dele ser presente no seu dia á dia... e uma maneira dele estar perto.
Eu e as minhas 'boas ações' (mesmo para aquele homem).
- Mãe.... EU NÃO GOSTO DO SOBRENOME DELE. Entendeu? Não quero mais nas minhas coisas..
Minha Santa Querupita! E agora esta?
- Jubs! Vai pôr porque tem que pôr, ok?
- Mãe... se ele gosta tanto do nome dele, daqui á pouco ele muda meu nome para BONITÃO... Não acha?
Desisti de argumentar e disse para irmos para a escola.
Noutro dia foi algo do gênero... ela havia falado com o pai ao telefone e este mandou uma foto do avô paterno. Quando eu soube, perguntei á ela onde estava a foto dele que eu queria ver. A resposta foi terrível:
- Eu joguei fora!
- Como é que é, Jubs?
- É mãe, Joguei fora sim... Não o conheço, nunca me liga, só no meu aniversário e quer ser meu avô? Prefiro que o tio FULANO seja meu avô, ele é mais legal, é velhinho também e está mais perto de mim.
Pronto! Agora que a 'VACA VAI PRO BREJO MESMO'...
- Jubs! Os seus avôs são: meu pai e o pai do seu pai.
- E se eu quiser outro? Posso desistir do pai do meu pai?
Ai.... e agora?
- Não pode não! Onde já se viu? É ele seu avô... e pronto, oras.
- Mas ele é 'feio pra burro'... Eu não ia guardar uma foto de alguém feio e que eu nem gosto.
Desisti de argumentar e passei á frase simples e objetiva:
- Tem que ser assim porque é assim!
Me senti a minha mãe! "É porque é" ou "É porque eu quero e ponto final!"... Odeio estas respostas mas comecei á ver que tinha virado uma "mesa de ping-pong" e estava começando á ficar sem argumentos.

E agora?? A vaca indo pro BREJO e eu sem saber o que fazer?? porque se conheço a Jubs, é questão de tempo para ela usar esta maneira de argumentar 'metralhadora' com o pai... Ele vai surtar e engrossar... como fez noutras vezes....
Punk a parada!


terça-feira, 21 de outubro de 2014

Quem quer, faz!

As coisas são engraçadas com o BONITÃO... O esquema dele é: Vinde á mim e os outros que se danem.
A Jubs tem reclamado que ela NÃO QUER VIAJAR COM ELE e a resposta dele é QUE ELE TÊM DIREITO de estar com ela e que ela vai! Mas o que ele não pensa é que se ele não conquistar a filha, ela NUNCA IRÁ se aproximar dele. Num e-mail dele para mim ele escreveu que "era MINHA OBRIGAÇÃO aproxima-la dele". Veja só se pode uma coisa destas!?!?
Cativar é feito por si mesmo. É com presença, carinho, atenção... Não é IMPOSTO!
Recebi um e-mail bem legal que falava sobre presença na vida dos outros e tinha esta estória deste pai que segue a resenha:

Este dedicado pai que usa todo o poder da tecnologia para fazer a diferença na vida da filha: mesmo de longe, ele lê histórias para ela por cerca de 20 minutos e ainda a ajuda com os deveres de casa. Aprendam, pais: ser presente não significa estar fisicamente próximo dos filhos


Leia mais: http://www.tudointeressante.com.br/2014/10/14-exemplos-tocantes-de-pessoas-que-fizeram-toda-a-diferenc
Photo 168



Ou seja: QUANDO SE QUER, SE FAZ!
Eu tentei que o BONITÃO adicionasse o perfil do meu pai no SKYPE porque o meu micro fica no meu quarto e eu não queria "invasão de privacidade". Acreditam que o BONITÃO não adicionou a conta do meu pai porque ele quer que seja a MINHA?!?!?! É ou não é maluco? Ele disse na frente da juíza que se não fosse a minha ele não queria, a juíza ponderou dizendo que este micro estava no MEU QUARTO  e que eu tinha razão, resposta dele: NEGATIVO! É ESTE QUE EU QUERO QUE USE. E a juíza: pois bem, então o senhor não terá acesso á este meio de comunicação.
Ele ligou noutro dia (de novo no esquema de uma vez por semana) para falar com a Jubs e esta: Putz!!! Eu não quero falar com ele não, mãe!! Ele é chato demais!!! Ele vai só perguntar da escola e não vai querer saber de nada de mim, quer ver?
DITO E FEITO! Lá volta ela com uma cara hilária em menos de três minutos depois de tê-lo atendido. "Não disse?"... É... disse....
Eu passei um BOM TEMPO tentando "ensinar" ao BONITÃO como se aproximar da Jubs mas vi que ele queria que eu fizesse TUDO e ele NADA. A vida não é assim e nosso filhos vêem o que fazemos e como agimos. 
A Jubs SABE quem é o pai dela e isto me entristece... Queria que ela tivesse tido mais tempo com a idéia 'lúdica' á respeito dele... Ela já até me perguntou como é que "eu havia me casado com um cara TÃO CHATO"... Complicado, não?

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

E as férias acabam quando?

Foi assim que começou a minha manhã hoje com a Jubs.
Eu a estava arrumando para leva-la á escola quando ela me perguntou:
- Mãe, quanto falta para acabarem as férias?
Na hora eu não entendi nada! Afinal estamos em meio de outubro.
- Jubs, as férias nem começaram ainda.
- Eu sei, mãe. Mesmo assim quero saber quanto tempo falta para elas acabarem.
- Bem... meio de outubro á meio de novembro, um mês; meio de novembro á meio de dezembro, outro mês. Aí começarão as férias... Você quer saber para ter idéia de quanto tempo falta para você voltar para casa CASO você viaje com o seu pai?
- É mãe... Ele diz que eu não tenho que querer nada, que se ele fala que eu vou, eu tenho que ir. Então quero saber quanto tempo falta para eu voltar para casa.

Me deu uma dor no coração. Me senti impotente porque a JUSTIÇA não se move, não fomos 'ouvidas' por ninguém, seja Juiz, Psicólogo da Justiça... o que for. Na delegacia me disseram que como não há LESÃO CORPORAL, NÃO HÁ CRIME. Então fazer o que? Correr para onde? Poupar a Jubs COMO??????
Esta sensação de não poder mudar algo para seu filho... acaba comigo.
A Jubs ontem falou com o pai, como eu escrevi antes, o BONITÃO voltou á ligar uma vez por semana, irá espaçar isto com o tempo... como SEMPRE FEZ! Ele deve ter tocado no assunto das férias porque a ouvi reclamando com ele que ele não a ouvia. Eu "fujo" para a cozinha, me tranco no quarto para evitar ouvir o assunto e acabar me metendo. Fico tensa quando a vejo reclamando e ele sendo prepotente em não ouvi-la.
O que eu posso fazer? Convence-la de ir?? Mas ela não quer ir!! A razão que ela dá é MUITO SIMPLES de entender: EU NÃO QUERO PASSAR UM MÊS INTEIRO COM UM MONTE DE GENTE ESTRANHA Á MIM. Isto é tão plausível que até um adulto se sentiria assim, imagine uma criança de 7 anos e meio?!?!
Quem sabe a Jubs não conseguirá mostrar que ela não quer ir viajar com ele até dezembro? Torço para que o BONITÃO ponha a mão na consciência e veja que é absurdo leva-la desta forma. Força-la será pior para todos, inclusive para ele que arrumará um problemão para si estragando as próprias férias com um ser chateado de estar onde não queria estar.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

E tudo volta á ser como sempre foi...

Estou me sentindo a MÃE DINAH!
Eu havia escrito que o BONITÃO ia ligar seguidas vezes por algum tempo mas que o esforço seria logo posto de lado. E não é que aconteceu... DE NOVO?
O BONITÃO vinha ligando, em agosto, praticamente TODO DIA, em setembro, dia sim - dia não, e agora em outubro!!! TCHAN TCHAN TCHAN THAAAAAAN!!! ele tem ligado uma vez por semana e olhe lá!
A Jubs foi super direta (como sempre) e falou para ele que estava enchendo a paciênca falar todo dia porque o assunto era o mesmo do dia anterior. Acho engraçado porque apostaria DINHEIRO como ele, a BONITONA e a mãe dele acham que ela repete via 'sermão encomendado'. O engraçado da estória é que a Jubs acha um 'saco' falar com o pai e CIA ltda. 
O BONITÃO não sabe conversar com a Jubs sem fazer aquela voz de... lesado!! e isto ela odeeeeia! Então ela o atende falando: Hum... Tá... Sei... e ele fica insistindo... Se perguntar á Jubs o 'porque' dela não falar direito com o pai a resposta é: Porque ele fala como se eu fosse uma boba e pior, mãe! Ele fala mal da minha família e da minha casa. Eu não gosto disto!
Não conhecer nossos filhos é algo bizarro mas que ocorre muito quando o pai ou mãe quase não tem contato com o filho. A criança que é 'criada' pela escola e os pais desta, que quando chegam em casa acabados de tanto ter trabalhado, não tem nem paciência de conversar com seus filhos, ocorre a mesma coisa. A falta de 'laço familiar' vai aumentando e, com pouco tempo, serão seres estranhos morando sob o mesmo teto.
Em boa parte, meu casamento custou esta minha postura de querer ser mãe e acompanhar minha filha no seu crescimento. O BONITÃO queria tê-la posto na creche com uns poucos meses (antes dos 6 meses) e eu disse que não iria fazer isto. O 'não trabalhar' estava custando á mim visto o dinheiro que ele dava somente comprava fraldas e remédios para refluxo... o restante eu que me virasse... e eu me virava sim! E nada de creche.
Hoje a Jubs com quase 8 anos que estou penando para voltar ao mercado de trabalho.. É complicado?? Ô! e como!!! MAS eu faria tudo de novo... ela vale o esforço, o trabalho... Eu que sou adulta que me vire... mas a minha filha pôde e PODE ter a sua mãe próxima e de 'prontidão' para o que ela precisasse.
Sinto pelas mães que queriam poder fazer isto pelos filhos e não podem... Sei que isto é ter uma sorte absurda e por isto nem reclamo do dinheiro ser curto. Não me incomodo não. Queria estar com mais grana?? Viajando?? com carro novo???? CLARO! mas na BALANÇA de valores, quem pesa mais? CRIAR SUA FILHA ou ter bens materiais? Para MIM, repito, criar a filha pesa MUITO mais.
Para o BONITÃO não e a Jubs sente isto... sei que ela não consegue verbalizar o que sente dele ser 'diferente' (ou INDIFERENTE) com ela mas que ela sente algo estranho nele, ela sente... Não dou força ou chamo a atenção para este fato porque ela, com o tempo, irá perceber quem é o pai dela. Vai que ele muda? Melhora? Sei lá... Tudo pode ocorrer e a Jubs tem o direito de descobrir sozinha quem é o pai e a família dele.
Noutro dia, uma mãe de um coleguinha da Jubs me encontrou no mercado e contou que a atual esposa do ex-marido dela ligou para ela e disse: Já ROUBEI teu marido, agora vou ROUBAR TEU FILHO!
Na hora que ouvi me reportei a BONITONA... imaginem como ela deve se sentir ainda por cima não podendo ter filhos (porque é o que leva á crer visto anos atrás ela falar e falar que ia dar um irmãozinho para a Jubs e a estória 'morrer' e nunca mais ter sido tocada). Este comentário de ROUBAR o que é meu, foi meu e tal... encaixa na postura dela. O lance do BONITÃO insistir em falar para a Jubs que ela se parece MUITO com a BONITONA quando, na verdade, ela é uma versão 'mini-me' minha. Imagino o ÓDIO que esta mulher pode ter por mim e sentir, refletido, na minha filha. O que pode acontecer?
E aí??? Cadê alguém na justiça para ajudar o meu lado da estória? 

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Nada como saber de novidades...

Quem não adora saber de 'causos'? É ótimo, não é?? Melhor ainda quando sabe de algum que envolve VOCÊ e você ficou quase UM MÊS SEM SABER DO FATO!!!
Bem... vamos aos fatos:
O BONITÃO passou aqui na ida e na volta das férias dele. Sendo que resolveu levar a Jubs para a escola e 'brincar de casinha' sendo o 'pai que leva a filha na escola'.
Aproveitou e conversou com a coordenadora para saber da metodologia da escola e tal... mas quem estava junto? SIM!!!! ELA!!!! A BONITONA!!! Me digam para que raios ela precisava ir, ou melhor, para que o BONITÃO precisa de alguém segurando a mãozinha dele?
Tá... isto foi o que eu soube logo no dia do ocorrido porque minha mãe foi á escola para pegar a mala com as roupas que a Jubs usou no final de semana com o pai e a própria coordenadora veio dizer da ida dele e das perguntas que ele havia feito. Foram estas: Se a Jubs era introspectiva (ela só é quando está com ele, porque será???), se ela era uma criança afável, se ela se dava bem com outras crianças, se eu era presente em reuniões e em saber dos problemas da Jubs... etc... mas o engraçado é que ele não perguntou da vida dela como aluna. O que o BONITÃO queria era ver se achava algo de errado na educação QUE EU DOU. E soube também pela Jubs que me contou quando chegou em casa mas foi muito sucinta quando falou do ocorrido.
Tá tá... sei que isto é novela antiga e, me desculpem, isto ocorreu há umas boas semanas e eu esqueci de escrever.
Hoje, indo ao mercado encontrei com a mãe de uma amiguinha da Jubs... a cumprimentei e estávamos conversando quando ela me solta a seguinte informação:
- Minha filha disse que o pai da Jubs foi na escola, não é?
- Foi, ele foi sim...
- É... ela ficou boba porque ele foi todo arrumado, de terno e  pediu para interromper a aula das crianças para ele se apresentar.
Eu já fiquei besta em saber disto mas nada se compara com o que eu soube depois.
- E ele entrou na sala com a esposa, não é? Ela se apresentou como a segunda mãe da Jubs.
Hein????? Me senti como se o mundo tivesse parado... Como é que é?????
Só agora eu entendi porque a Jubs chegou tão incomodada em casa e agradecendo por ele morar longe. Eu achei que tinha sido algo do final de semana com ele mas não, foi na escola...
Os amiguinhos ficaram enchendo a paciência dela perguntando se aquela mulher que era a mãe dela, se eu não era a mãe... (isto soube pela Jubs agora há pouco) e por isto ela não quer mais que o pai vá á escola... Compreensível, não?

Agora o que eu faço?? Porque, cada vez mais, as coisas estão se apresentando mais ofensivas, mais invasivas na minha vida e na da Jubs. Não há lei que me ampare, não há como fazer um Boletim de Ocorrência visto não ter ocorrido nenhum 'crime'... então o que fazer? Porque o que eles dois BONITÕES querem é que eu perca a cabeça e surte... o que não seria nada anormal visto o que ele tem feito... só que se eu fizer isto, eu perco a razão. E aí?? O que fazer?

Pai, liga menos!

Novidades na minha novela...
O BONITÃO resolveu mudar a tática, passou á tentar ser mais presente (MASSACRANTE, quero dizer) e ligar quase todo dia, tirando sextas, sábados e domingos. A Jubs NUNCA  o viu a procurando e está achando que tem algo 'estranho' acontecendo...
Engraçado porque o BONITÃO não percebe que insistir demais também é prejudicial. Cruzes!!! Novamente me pergunto: COMO REPRODUZI COM UM SER DESTES?? Ah!! E mais: COMO FUI CASAR COM UM SER DESTES? Como não percebi esta quase descompensação PSICOLÓGICA que ele tem?
Vamos retornar ao drama: O BONITÃO ligando e a Jubs atendendo... É quando o ouço falando com a Jubs, não é que estou na extenção não!!! Odeio isto... Ele que fala alto mesmo e com voz de 'tatibitati'... Acho que ele quer ver se entram as palavras na cabecinha dela, na marra. "Oi filhota!!! Sabia que o papai tava com saudade???"
Ele fala como se ela fosse lesada das idéias! É chocante... e ela perde a paciência nestas horas.. Ou ela fica á base de "HUNS e TÁS" da vida (olha, mesmo eu tendo meus pepinos e diferenças com o BONITÃO, chega á me incomodar a maneira que ela o descarta... Ela demonstra estar sem vontade alguma de falar com ele) ou então ela fala rápido e diz que está vendo desenho MUITO legal e que ela quer desligar.

O "PIÈCE DE RESISTANCE" foi noutro dia... Ele ligou e ela saiu do meu quarto falando com ele mas logo retornou com o telefone desligado. Eu não entendi nada porque normalmente ela demora uns 5 minutos no telefone e desta vez não deram 2 minutos.
Perguntei á Jubs porque havia desligado TÃO RÁPIDO o telefone:
- Ah, mãe! Eu disse para ele que não tinha nada para falar. E também pedi á ele que ligasse menos vezes porque está "enchendo o saco" falar toda hora com ele. Tomara que ele tenha entendido senão eu falo para ele de novo!
E saiu do meu quarto me deixando de QUEIXO CAÍDO! Caramba! A menina tem 7 anos e meio e manda na lata do cara assim??? "Inacreditível", não?
Já o BONITÃO, no mínimo, deve achar que é SERMÃO ENCOMENDADO meu... Tolinho! Ele não conhece a filha que tem. A Jubs pensa por si só e sabe avaliar MUITO BEM o que gosta e o que não gosta.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Mãe, tenho medo...

Ouvir esta frase é algo terrível para uma mãe (e para um pai quando este se preocupa com seus filhos)|. A sensação de total impotência quando não há o que fazer... é algo que nos faz até parar de respirar.

A Jubs estava conversando com pai ao telefone e disse á ele que não queria passar as férias do final do ano com ele, por ela saber que serão muitos dias (quase 30 dias) e ela não quer ficar tanto tempo longe da casa dela, de mim, dos primos e etc... Coisa natural, afinal alguém que ela NUNCA VÊ surge das TREVAS  e a leva como se fosse um pacote?? Antes eu fazia coisas para "maquiar" a situação e a deixava triste comigo... Como uma vez quando ela tinha só 4 anos e não queria ir passar o final de semana com o pai que estava na portaria do prédio com um taxi. Eu conversei e pedi a Jubs que se agarrava ás minhas pernas, chorava e dizia á ele: Não quero ir!!! Não me deixa ir, mãe!!!
Olha isto!!! Foi horrível! Dolorido, mas já que a JUSTIÇA ME OBRIGA, tive que entrar no taxi para ela vir atrás de mim e quando ela entrou, dei um beijo nela e sai pela outra porta... e ela me olhou com uma tristeza enorme.. como seu eu tivesse a enganado, coisa que realmente fiz! A dor que sinto ainda hoje quando lembro do que fiz... Fiz porque achei que seria melhor ela ter contato com  o pai mesmo que este fosse um pouco forçado no início. Achei que, com o tempo, ele se aproximaria da filha e a procuraria... se esforçaria... só que ele não fez...
O BONITÃO, mesmo depois de ter entrado com esta última ação na justiça tentando tirar a Jubs da minha guarda, ele não mudou absolutamente nada na atitude dele, soa algo como... "Se eu pago a PENSÃO você TEM A OBRIGAÇÃO de IMPOR Á JUBS QUE ELA VÁ ME VER QUANDO EU ASSIM QUISER".
Como escrevi numa outra postagem, ele tem sido mais presente e ligado mais... só que o engraçado é a COINCIDENCIA: ele recebeu um AUMENTO DE SALÁRIO e a frequência aumentada começou na mesma data. Estranho não?
A OBSESSÃO do BONITÃO por GRANA é tão louca que uma vez um desembargador deixou, POR ESCRITO, num documento que o BONITÃO não se preocupa com  FILHA  e sim COM O DINHEIRO QUE DESPENDE com ELA. Então se até alguém de fora percebe isto, como eu não ver, não é?
Aí me perguntam: COMO É QUE VOCÊ CASOU COM UMA PESSOA ASSIM?? VOCÊ NÃO VIU ESTAS CARACTERÍSTICAS NELE? Bem... ver algo com grana eu vi sim, assumo! O BONITÃO havia emprestado uma grana ao pai dele, a encheção de paciência dele com o pai para que este o pagasse foi horrível de acompanhar e quando o senhor não o pagou, ele cortou laços e deixou de falar com o próprio pai. Eu quem os reaproximei quando engravidei da Jubs e liguei para ele dizendo que ele seria AVÔ.
A mudança do BONITÃO  realmente foi depois que ENGRAVIDEI. Antes a relação era ÓTIMA, NUNCA HAVÍAMOS BRIGADO, dormíamos e acordávamos sorrindo um para o outro... Relação PERFEITA. Agora, quando ENGRAVIDEI ele virou algo como DR JEKYLL/ MR HIDE. Total mudança de PERSONALIDADE.

O dinheiro que ele me dava por mês, na época que a Jubs nasceu era 1/3 (sim um terço) de um salário mínimo e dizia para eu me virar e eu me virava sim.... Fazia bicos, vendia coisas e ganhava o que poderia complementar a despesa da Jubs. O que o BONITÃO alegava era que ele dava este dinheiro e a empresa que ele trabalhava na época era responsável pelo plano de saúde dela, ou seja, ele então não precisava pagar mais nada.
As características como AVAREZA pioraram após o nascimento da nossa filha.
Agora... o BONITÃO  está vindo buscar a Jubs para passar o final de semana com ele... Perguntei á ela se ela queria realmente ir e a resposta dela foi esta:
- Mãe, para ficar SÓ O FINAL DE SEMANA eu até vou... Não tem problema não.
- Qual a diferença do final de semana para as férias?
- É que... (fez um gesto de chute)
- Não entendi!
- É que se eu ficar muito tempo, TENHO MEDO DELE NÃO ME TRAZER DE VOLTA.
- Como assim?????????????????????????????
- É que ele fala TANTO que eu TENHO QUE MORAR COM ELE  e com  a BONITONA, que eu vou aprender á gostar que eu sinto que se ele tiver uma chance, ele não me trará de volta para casa.
E o que se fala numa hora destas??? Dá vontade de BERRAR!!! Disse á Jubs que mesmo que ele a leve PARA O FIM DO MUNDO que eu vou busca-la, que ela não tenha medo.
Queria saber como aprendi á ter tanta tolerância.... Eu leio os e-mails que ele envia (que são KILOMÉTRICOS!!!), como coisas absurdas escritas, dando á entender que eu 'FAÇO A CABEÇA' da Jubs contra ele, que eu DEVERIA ser mais FIRME PARA ELA SE APROXIMAR DELE, INSISTIR para ela vê-lo... Na boa? É piada, não??? Eu sei o que ele faz com ela porque a minha filha me conta, mas ele, com a maior cara de pau, ainda quer que eu piore a situação na cabecinha dela???
E como provar isto na JUSTIÇA??? Não tenho a MÍNIMA IDÉIA.. Se alguém souber o que fazer, por favor me diga.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Ex-marido é PARA SEMPRE!

Preferia ter escrito e "FORAM FELIZES PARA TODO SEMPRE" mas a realidade é que quem é para SEMPRE, na minha vida pelo menos, é o ex-marido.
Ô desgrama de homem chato!

Absurdo ver o nível de mentiras e com a cara mais lavada "da paróquia".
Vamos aos últimos acontecimentos.
O ilustre BONITÃO veio com um papinho estranho, há uns dias atrás, falando para tentarmos conversar, que ele estava dando o primeiro passo e que era para eu tentar também... que tínhamos nossa diferenças mas que deveríamos focar na nossa filha. Quem vê esta conversa pensa "Noooooooooooossa!!! Que hombridade que este homem tem!! Humildade e bom coração!!!" Ohhhhhhhhhhhh!!! A minha resposta foi que ele devia tirar a ação judicial (aquela que ele diz que eu sou uma mãe ruim e que posso ser substituída - e MUITO BEM - pela empregada dele e que ele seria a melhor pessoa para cuidar da nossa filha) e ele emendou que conversaríamos antes para ele tirar a ação... Não sou trouxa nem nada então não conversei com ele. A ação está correndo na justiça e eu tenho mais é que me precaver!
Se alguém vem com este discurso que descrevi, pretende, no mínimo, não fazer nada errado, pelo menos por algum tempo para ver se convence a outra pessoa de fazer o que está pedindo, não??? Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim!!!! Já no dia seguinte ao papinho mememe, ele ficou 'torturando' a Jubs com um papo repetitivo (ela disse á mim que se sentiu sendo HIPNOTIZADA) de que ela tem porque tem que morar com ele, que a minha família é ruim, que eu sou mais ou menos, que ele e a BONITONA é que deveriam cria-la e, PASMEM!!!!, que ela (Jubs) se parece mais com a BONITONA que comigo. Isto porque a Jubs tem o rosto e o jeito idêntico ao meu, parece MINI-ME! Mas... ela agora parece com a BONITONA...
Bem fiz eu em não dar corda para este... este o que?? Maluco, mal intencionado?? Mau caráter?? Egoísta? EGOCÊNTRICO??? Não sei realmente como chama-lo.
Também como disse numa outra postagem, o BONITÃO vem ligando com frequencia e SEI que tem algo por trás desta atitude (eu pedi que ele fizesse isto por anos á fio e nada dele se dedicar á filha), sei também que tem algo ligado á ação judicial só não sei o que é ainda. 
Meu irmão disse á Jubs, noutro dia, que ela poderia ir em dezembro passar as férias lá na casa dele com ele e sua família, se assim ela quisesse, ou seja: ela já avisou ao pai ontem que ela vai com o tio e pronto. Sabem qual foi a resposta do BONITÃO para a Jubs?? "Sei que foi a sua mãe que mandou você falar isto! Você nunca diria isto para mim, seu pai!!". O que o BONITÃO  não entende é que a cabeça de um filho não é moldável e sim construível
Você "constrói" um filho dando exemplos de vida, mostrando atitudes certas ou erradas, fazendo com que seu filho pense sozinho, aprenda á avaliar o que quer e o que não quer, rezando para que o que você está mostrando á ele sejam coisas boas e certas para sua vida. Mostra também você errando e que deve-se assumir sua culpa e saber pedir DESCULPAS quando for necessário. Procura mostrar para aquele que um dia foi seu bebê que crescer dói, dá trabalho, que tem dias que preferia ficar na cama que enfrentar o MUNDO  lá fora mas que ainda assim você tem que ir...  
Você acaba aprendendo, em algumas horas á duras penas, que seu trabalho é só mostrar as coisas, as possibilidades mas que a escolha no fim das contas, é daquele ser que você pôs no mundo... Foram anos e anos de convivência para você um dia saber que seu filho irá preferir tal comida, tal roupa, tal filme e você se adaptar, por amor e carinho, que sente por este ser que está começando á ter suas vontades. Isto é ser mãe ou pai!!!!! É esta convivência, esta construção linda e complicada que é ser feliz pelo ser que 'desabrocha' . SÓ QUE ISTO O BONITÃO NÃO SABE O QUE É! Nem quer saber, ele quer do jeito dele e pronto!! Por que??? Porque ele quer e ponto final, sem reticencias!
Eu, no fim das contas, não fiz nada demais quanto a estória das férias de dezembro. Deixo a Jubs tomar as decisões dela, não curto influir/conduzir, ÓBVIO salvo em coisas absurdas como querer ter um PÔNEI ou então TRAZER TODOS OS BICHOS QUE VÊ NA RUA PARA CASA... Mas ela têm o direito de crescer e descobrir por si mesma o que gosta ou o que não gosta, seja, até, a companhia do pai ou a minha.
O lado MARAVILHOSO disto tudo nem é se a Jubs irá ou não viajar com meu irmão ou com o pai, e sim que vejo meu serzinho mostrar suas vontades sem medo e dizer o que pensa ou sente. Isto é bom para uma mãe... ver que seu trabalho está rendendo bons frutos... Sua arvorezinha está crescendo e procurando seu lugar ao sol.
Então, minha Jubs, este vídeo é para você... da música que canto para você desde que você estava na minha barriga, minha árvorezinha forte e corajosa, de galhos que estão querendo crescer mais e mais... 
Meu orgulho, meu amor...


terça-feira, 12 de agosto de 2014

Como a Justiça anda devagar...

Meu Deus do céu!!!!

Tem quase um ano e meio que o BONITÃO entrou na Justiça pedindo a guarda da Jubs e necas...
Caaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaalma!!!
Óbvio que não quero que a guarda passe para ele! Não é disto que estou reclamando e sim que eu não sou chamada para dar meu depoimento e tentar mostrar o quanto o BONITÃO é interesseiro.
Desde que a Jubs ficou com o pai no final de semana, ele tem ligado todos os dias, tirando o DIA DOS PAIS porque ele fica esperando QUE EU LIGASSE para a Jubs falar. Na boa??? Se que quero falar com a Jubs e ela está com ele, seja dia de Natal, Final de Ano, Aniversário... what ever!! EU LIGO,  oras!!!! É assim que as coisas funcionam quando se é pai separado: se você quer algo, você mesmo faça.
Como já escrevi, o BONITÃO esteve com a Jubs há poucos dias e pouco antes disto ocorrer, ele me pediu para DARMOS UMA TRÉGUA, que ele estava LEVANTANDO A BANDEIRA BRANCA. Para quem não o conhece, ficaria EMOCIONADA COM O GESTO tão DE BOM CORAÇÃO! Á primeira vista ele está sendo o que?? BONZINHO, MADURO e tentando conviver comigo numa boa, não?? ERRADO!!!!! O que ele quer é me ENROLAR para ver se ele se "aproxima" de algum jeito para ver se me força á fazer o que ele quer, ele já tentou isto outras vezes. Eu disse que para conversarmos ele deve retirar a AÇÃO NA JUSTIÇA porque não me sinto confortável em conversar com ele como se não houvesse problema algum. Afinal ele está me chamando de péssima mãe e que a Jubs ficar comigo ou ficar com uma EMPREGADA, dá no mesmo!
Sei que o BONITÃO  tem seu lado bom, óbvio, senão não teria casado e tido uma filha com ele... mas... ele também tem um lado MAQUIAVÉLICO, como eu vi algumas vezes quando estávamos juntos e ele queria ver os próprios pais se darem mal em algo porque ele queria mostrar QUE ELE É QUE ESTAVA CERTO no que quer ele tenha discordado dos pais.
Fico realmente é com pena da Jubs porque ela acha que o pai mudou, que ele vai procura-la mais. Ele já teve este comportamento antes, ligou por uma ou duas semanas e depois foi indo, indo... indo e voltou á ligar uma vez ao mês. A Jubs espera sempre que ele "vire" o pai que ela imagina.
Como já escrevi numa outra postagem: EU EVITO FALAR MAL DELE, quero que a Jubs tenha aquele pensamento LÚDICO quanto ao pai mas digo á ele que o pai dela e eu não somos mais amigos ou que sairemos para tomar um chopp, isto acabou e não há como voltar (cansei das ações contra mim e ele dizendo que estava somente se defendendo, cansei de ser trouxa e aceitar e tentar de novo e de novo...). Mas ela não é boba nem nada, sabe o quanto ele a enrola, o quanto ele fala algo dependendo da hora ele muda a versão... Se é muito complicado para mim, imagine para ela!
Antes da Jubs sair com ele, desta última vez, ele ligou para ela e ela não queria falar com ele de jeito nenhum! Ela desligou o telefone na cara dele, começou á chorar quando estava conversando e dizendo que não queria vê-lo. O instinto de mãe me disse na hora: NÃO A DEIXE IR, se ela não quer ir têm algo nesta estória! mas ele conseguiu convence-la á ir... Durante a noite que precedeu o encontro dos dois, a Jubs não dormiu!! Ficou agitada e subindo no meu colo, eu me senti péssima! Queria dizer á ele que ela não ia. De manhã disse á ela: Se você não quiser ir, você não irá! E se você quiser voltar mais cedo, peça á seu pai para traze-la. Eu irei ligar para você pelo menos duas vezes e qualquer coisa errada você me diga!
A Jubs acabou indo com ele e ela voltou do jeito que descrevi antes: UMA PILHA!!! Caramba!
Não tem solução para isto não?? Isto é o EX-MARIDO.
Vou me embora para Katmandu!!!


domingo, 10 de agosto de 2014

Dia dos Pais... no meu caso é MEU DIA!

Mãe que cuida da filha todo santo dia, faça frio, chuva, sol escaldante, tempestades absurdas ou ainda: ex-maridos doidos fazendo loucuras com a cabecinha de seus filhos e AINDA ASSIM CONSEGUEM SER BOAS MÃES: ESTAS SÃO AS VERDADEIRAS MÃES-PAIS!
Me sinto orgulhosa em ser o que sou, não estou jogando 'chuva de arroz' em cima de mim não... Estou sendo sincera e realista.
Vou contar as últimas do bonitão e acredito que entendam o que passei (brinco que é o capítulo mais recente da novela).
O BONITÃO entrou em contato comigo há poucos dias e queria uma trégua... OI???? Com ação na justiça???? Não tô entendendo?!?!?! Acho que ele pensou que sofro de amnésia... Beeeeeeeeeeeeem disse á ele que só conversaríamos numa situação tranquila quando ele retirasse a ação da justiça mas conversar com uma ação me avaliando se sou ou não boa mãe e, ainda, correndo o risco de perder a guarda da minha filha para ele, não há chance nem agora nem nunca.
SEI que no nosso país para tirar um filho de uma mãe é algo absurdamente difícil, beirando a impossibilidade, visto termos mães que são prostitutas e até drogadas e não perdem a guarda de seus filhos. Poxa... eu que não faço nada disto, vivo para cuidar da minha filha, chegando ao ponto (erradamente, eu sei!!! mas infelizmente não consigo ser diferente... quem sabe um dia??) de não viver para mim mesma sei que não há praticamente possibilidade do BONITÃO ganhar esta ação. Não me envolvo com ninguém receando 'descobrir' coisas sobre esta pessoa que possam atrapalhar, de algum jeito, a ação judicial para o meu lado.
Vivo na corda bamba... Estou me queixando???? Não... me queixo só do cansaço que ás vezes sinto em estar o tempo todo em alerta prestando atenção no que posso fazer, no que não posso e no que talvez não possa e tal... É um desgaste mental PUNK!!!
Vamos ao BONITÃO e as novidades dele... A última foi falar tanto coisas para Jubs que esta chegou de passar o DIA (somente umas 10 horas) com ele e estava transtornada!! Uhúúúúú´!! Como sempre, né?? Não sei como ele consegue! E depois de acalma-la consegui tirar a seguinte informação: Mamãe!!!! Ele fala e repete as coisas como se quisesse me... HIPNOTIZAR! Ele quer que eu REPITA O QUE ELE ME DIZ!
Na boa.... na hora SANGUE FERVE E ME DÁ VONTADE DE TIRAR SATISFAÇÕES mas lembro da ação na justiça e que desta forma perco a razão. Mas que ainda assim aquelas coisas todas que tenho vontade de dizer ficam "engasgadas".
A mulher do BONITÃO, a BONITONA, quer porque QUER ser minha AMIGUINHA. Diz estar á minha disposição para conversar e etc... Na boa? Não quero contato, nem é pela traição em si não, é que eu vejo MUITO destas "manobras" do BONITÃO para cima da Jubs sendo articuladas por ela. Sei o que estou falando... acredito que ela seja estéril porque anos atrás ela estava grávida e perdeu... Nunca mais eles falaram de "filhos" e ela tem somente um ano menos que eu, ou seja, este ano fará 41 anos. Não ter tido filhos?? Ela agora quer a MINHA! É doideira?? Não! Não é! Cada vez mais vemos mulheres sem escrúpulos que se amantizaram com homens casados, fizeram um boooooooooom esforço para piorar crises da relação que estes tinham para que ela "reinasse" no terreno... E depois querem, mesmo depois de conseguir o cara, apartamento e tudo, os filhos destas mulheres, ex-primeiras damas... Querem apagar o que existe destas ex-esposas.... Querem, até ás vezes, matar seus filhos, como vemos em jornais por aí. Um caso?? Dois?? Nope!!! VÁÁÁÁÁÁRIOS!!
Infelizmente a JUSTIÇA fecha os olhos para isto e força este contato NOCIVO porque CISMAM que estão fazendo o melhor pela criança.
Só me resta continuar minha postura de não me envolver com nada além do que já existe na minha vida para não dar chance para dar algo errado, continuar cuidando da minha pequena  e sendo MÃE E PAI como sou há... Xiiiiiiiiiiiiiiiiiii... rs.. Sou desde que a Jubs nasceu... e AMO SER! Claro que cansa mas o que recebo em troca vale o esforço e o cansaço.
Feliz dia dos PAIS para os que são PAIS e para as MÃES-PAIS!


terça-feira, 1 de julho de 2014

Jubs não viajou!!!!!

Uhú!!!!
Jubs não viajou com o pai... ela mesma disse, na maior calma, ao Bonitão que não queria viajar com ele. Ele aceitou o que ela queria e nem e-mail para mim mandou.
Ah!!! E ela já disse que verá se na próxima vez (nas próximas férias) ela irá querer ir. Quando ela me perguntou quanto tempo seriam as férias de dezembro e eu respondi que seria 1 mês, ela disse: Graças á Deus que eu disse que iria ver se ia querer ir ou não.... Só irei de novo quando for para ficar por uns 5 dias no máximo.
Mas o que me deixou boba foi que eu não precisei fazer nada além de ficar tensa. Ela teve maturidade em ver que não queria viajar com o pai e dizer á ele... Ótimo não?


Agora algo que li e achei interessantíssimo:


Feio não é ser mãe solteira. Feio é ser pai quando convém


Outro dia conversava com uma amiga sobre como é difícil criar um filho que vê o pai raramente. Não porque o relacionamento não tenha dado certo ou algum ressentimento possa atrapalhar, mas porque por mais que a porta esteja aberta para a criança conviver com o pai, ele não entra por ela.
Vamos lá: quem nunca ouviu que a mãe do filho de fulano só dá problema? Ele vê o filho quando quer, dá o dinheiro achando que está ajudando (colega, não é nada além da sua obrigação) e reclama horrores do quanto a mãe da criança só dá problema, cobra presença e aquele papo todo de obrigações que os homens tem pavor, mesmo que seja por alguns minutos.
O que muitas pessoas não entendem e não filtram antes de soltar um “ah, mas é só pra te perturbar, não é?”, é que a perturbação começa quando a mulher precisa de uma folga. Folga do tempo em que ela cuida do filho de ambos, integralmente.
Que mãe solteira nunca ouviu que precisa dar uma folga para o pai do seu filho? Porque ele trabalha demais, está cansado demais ou está com algo de menos. Engraçado, né? Há homens que podem ter a mesma profissão, menos ou mais tempo e se dedicam à família do mesmo jeito. Enquanto alguém lida com um pai que tem tempo para tudo, menos para os filhos, sempre vai ter plateia para aplaudir o pai que aparece quando dá. Mas sempre será assim: se você trabalha fora, é a egoísta que não abre mão das próprias coisas pelo filho. Se você não trabalha, é interesseira que só espera a pensão. Ou seja, estaremos quase sempre erradas, e os homens – mesmo que estejam a quilômetros dos filhos – estarão fazendo o melhor se pelo menos cumprem a obrigação financeira com o filho.
Enquanto o pai não aparece, alguém tem que fazer as compras, os lanches, os banhos, os dentes escovados, ensinar o certo e errado, ensinar a se proteger, lidar com birras, preparar e dar comida, ensinar dever, levar e buscar na escola, comparecer nas reuniões escolares, levar ao hospital, trocar fraldas, mudar o vocabulário (adeus palavrões)… e quem faz isso se o pai não está presente? A mãe! E isso não é levado em consideração enquanto o pai caminha livre, sem preocupação com o bem estar do filho ou em se fazer presente, já que a mãe faz papel de dois (ou de três, porque o dia-a-dia com filhos, só quem passa diariamente sabe o quanto é trabalhoso).
E sabe o que é mais curioso? Que mesmo sobrecarregadas, sendo mulheres, mães, provedoras, cuidadoras, enfermeiras, babás, professoras e tudo mais, ainda somos as bruxas que não deixam os pais em paz. Com a mãe solteira, não há escala de trabalho que a impeça de ser multitarefa e se virar para conciliar a vida com os filhos.  Porque de filhos, nós não temos como tirar licença, não é mesmo? Enquanto os pais que o são quando convém, curiosamente arrumam tempo para viagens, jogos de futebol, saídas com amigos, namoricos… e o filho é prioridade na vida de quem, então? Não consigo entender como ainda é tudo obrigação da mãe, inclusive amor e carinho!
Nós, mães solteiras temos essa mania de querer o melhor pro filho, cumprir várias funções e suprir a ausência do pai, ou tentar fazer com que o progenitor perceba que ele é sim importante na vida dos filhos. Mas isso não cabe a nós, sabia? Por mais que nossas crianças sejam lindas, saudáveis e não entre na nossa cabeça como podem ser deixadas de lado ou vistas quando é conveniente, precisamos entender que não adianta forçar nada. Dar toques talvez funcione, mas não é uma receita de bolo que dá certo com todo mundo.
Se você é mãe e solteira e acredita que não existe ex pai e apesar de toda uma história -conturbada ou não –  o seu filho precisa e quer a presença do pai, demonstre isso para o progenitor. Explique como seu filho se porta, os questionamentos e deixe claro que ele é importante na vida do filho. Mas entenda que se o pai não possui interesse em colocar o filho como prioridade, não é ele que será uma prioridade na vida da criança. O que eu quero dizer: não fique frustrada se após você correr atrás, tentar conversar e pedir uma presença efetiva, esse pai não tenha percebido que o assunto em pauta é a importância dele no dia-a-dia do filho e na divisão justa de direitos e deveres de ambos os pais. Acontece mais do que você imagina. Se você tem equilíbrio para saber separar as coisas e tentou uma aproximação, esse afastamento não é uma escolha sua!
Nosso papel de mãe (e em muitos casos de pai, também) é criar nossa prole da melhor forma possível. E quem faz isso por ocasião, conveniência, talvez mereça o mesmo tipo de tratamento. Seja pai, parente ou simplesmente alguém sem o mínimo de empatia e noção da realidade.
Um dia, nossos filhos vão crescer. E não vamos precisar falar para eles quem estava lá, quem fez tudo e priorizou a vida e felicidade deles. Porque crianças observam tudo, principalmente sobre quem está com elas, se é ou não por obrigação.
O que podemos fazer é para nossas crianças. Então que o foco seja nelas e o pai que aparece raramente, faça o papel que ele mesmo escolheu: o de coadjuvante. Pode ser uma pena, mas a nossa parte diária, nós fazemos. Que os pais corram atrás dos seus filhos e parem de reclamar sobre situações inexistentes ou exageradas. Que parem com as desculpas, principalmente. E que um dia percebam que muitos pais solteiros (ou não) dão conta do recado com muito amor, carinho e diálogo. Esses sim estarão presentes nas lembranças de infância dos filhos. Se não temos pais presentes para essas memórias, nossos filhos sempre nos colocarão nas suas nostalgias futuras.
Um beijo grande e até o próximo post!
http://vilamamifera.com/cafemae/feio-nao-e-ser-mae-solteira-feio-e-ser-pai-quando-convem/
Achei a 'minha cara'...
Beijos á todos... vou curtir a minha pequena... 













terça-feira, 17 de junho de 2014

FÉRIAS... de novo...

Amo FÉRIAS mas ODEIO me sentir ansiosa para saber se o bonitão virá ou não buscar a Jubs...

Desta vez a Jubs decidiu: NÃO QUERO PASSAR AS FÉRIAS COM MEU PAI. Ótimo... e aí?? como eu faço?? Afinal a senhora dona JUSTIÇA MANDA que ela passe metade das férias, querendo ou não, com o pai. MAS ONDE ESTÁ A SENHORA DONA JUSTIÇA QUANDO O BONITÃO NÃO LIGA PARA A FILHA?? Ou ainda, AONDE ESTÁ A JUSTIÇA QUANDO A JUBS VAI PARA CASA DO PAI PARA FICAR ENFURNADA DENTRO DE UM APARTAMENTO COM A A AVÓ PATERNA E SÓ NOS FINAIS DE SEMANA SAIR? Ficar com uma avó que quando a Jubs disse á ela que não queria que secasse seu cabelo, esta jogou a toalha no rosto da menina só por ela não ter querido aceitar o que a avó queria? Mando a Jubs com um celular e a ÚNICA COISA QUE PEÇO quanto á este, é que um adulto o carregue numa tomada. BEMMMMM... a avó dela deixa o celular escondido embaixo do travesseiro para que a Jubs não ouça quando eu ligar e mesmo assim, quando a Jubs me ouve ligando e o atende, recebe olhares e respostas atravessadas para que ela desligue correndo o celular. A menina se esconde para falar comigo. O bonitão não tira férias para ficar com a filha. Ele a quer somente para mostrar para beltrano e fulano que ele é um bom pai... fazer propaganda de si... acontece que SER PAI é MUUUUUITO MAIS QUE ISTO e, infelizmente, acredito que ele não tem idéia do que isto seja. E ainda, no pouco que fala com minha filha ao telefone, fala mal de mim e de minha família. Até onde eu sei isto é ALIENAÇÃO PARENTAL, a ação que ele MOVEU CONTRA MIM foi citando isto e é ele quem o faz. Engraçado, não?
Cuidar de um filho implica em abrir mão de si em prol dele. Mudar seus horários, se deixar para a hora que puder fazer algo por si e focar no filho. Sempre aprendi e vi minha mãe, avó, avô serem desta forma. Até meu pai, que SEMPRE FOI AUSENTE, não era ausente desta forma que o pai da Jubs é.
Acredito que eu não seja exemplo para ele, óóóbvio!!! Mas tenho outras pessoas que posso utilizar como parâmetro.
Meu irmão mais novo, por exemplo. Ele não tem filhos e é casado. Adora a esposa e tal mas não quer filhos. Ela tem um filho do primeiro casamento e para meu irmão, isto basta. Ou seja: um cara... resolvido e egoísta? Pois é... soa assim, não? Mas NÃO É!
Ele, como tio, é fora do normal. Exemplo: Neste ultimo final de semana foi a festa Junina da escola da Jubs. Minha família é pequena... e SEI que a Jubs gostaria que a família dela fosse em peso para a festa. Mas eu ia chamar meu irmão mais novo??? O irmão do meio tudo bem, ele é pai de dois meninos e ainda é o padrinho da Jubs... mas o irmão mais novo??
BEEEEEEEEEEEEEEEEEM... não sei se foi minha mãe ou a Jubs que o chamou e ele foi... com a esposa e ainda chegou antes de mim. Viu a quadrilha, correu com a Jubs pela festa, viu o que brincava, se queria ajuda na pescaria. Fiquei besta porque não esperava esta atitude dele.
Todos dizem que você sabe se a criança é feliz pelos desenhos que ela faz. A Jubs só desenha rostos felizes, tudo colorido e só escreve declarações de amor tais como: AMO MINHA FAMÍLIA; SOU A CRIANÇA MAIS FELIZ DO MUNDO... etc...

Isto me faz crer que o caminho que estou trilhando é o certo.
Noutro dia a Jubs teve uma lição de casa que dizia: descreva sua família e o que você gosta em cada um deles. Sabem o que a Jubs escreveu?

  • Minha MÃE: ela brinca comigo e conta estórias da BOLHA (um personagem que inventei contando coisas da Jubs para ela mesma para que ela veja o que faz e o que poderia fazer)
  • Minha AVÓ: ela faz comida gostosa e me faz carinho
  • Meu AVÔ: ele me ensina coisas e conversa comigo
  • Meu TIO: ele implica comigo mas me ama muito.
Esta foi a família que a Jubs descreveu. Agora cadê o BONITÃO??? Ele não faz parte dela... Porque eu não quero?? Não! Porque ELE NÃO QUER.
ENTÃO ME EXPLIQUEM PORQUE A JUBS PRECISA IR COM ELE PASSAR FÉRIAS NÃO QUERENDO IR? Para constar?? Para ele ver onde empregou o dinheiro da PENSÃO?
Que raiva que isto me dá! E que sensação de impotência!!!!!
Preciso de férias!! Mas de férias COM A JUBS e sem encheção de paciência. Será que é pedir muito?
Coração doendo e com receio do que será das férias da minha pequena...

domingo, 8 de junho de 2014

Pós sumiço e atual RETORNO

Sei que sumi e peço desculpas...
Vou me explicar:
Eu reli, no início do ano, tudo que havia postado e ri de algumas coisas, outras fiquei triste... mas o que realmente me chamou atenção foi que eu vinha sendo meio 'reclamona'. Me senti mal com isto... 
Resolvi dar um tempo de escrever e ver se eu melhorava, mudava, evoluía... E também porque eu achei a Jubs lendo o blog umas vezes e isto me deixou preocupada... dela ler com 7 anos e não me senti bem dela saber de tantas verdades tão nova.

Vamos ás NEWS:
O bonitão anda BEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEM quietinho e mudinho. Dá até receio em ver tão quieto. 
Ainda não fui chamada pela justiça para continuar aquela maluquice movida por ele que contei no LOUCURA TOTAL. Ele também continua ausente, ligando uma vez por mês. A Jubs, há uns 2 meses atrás, resolveu falar o que pensava sobre este gesto de ser tão relaxado quanto á falar com ela. Senta ela na sala e fala: Pai, você não gosta de mim, né? Porque se gostasse ia ligar e se preocupar em saber como eu estou. Você não pode me ligar mais? Você não tem celular?? Porque até mendigo tem celular hoje em dia. Ah!!! Você está falando baixo porque está no trabalho... ah tá!! então assim você também não paga. Então porque não liga todo dia...
Sei que depois desta conversa, ele ligou na semana seguinte e depois voltou ao ritmo anterior, uma vez por mês ou no máximo duas.

A Jubs continua ÓTIMA e amando a escola. Resolvi aumentar as atividades dela e a coloquei no jiu-jitsu (para ver se gasta as energias dela) e num curso de Inglês e noutro de Matemática.
E EUZINHA?? Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeem... continuo FUGINDO  de relacionamentos... e falo disto numa calma absurda. BEEEEEEEEEEEEEEEEEEM, nem tão calma assim... Há uns meses atrás fui chamada para uma festa de aniversário de uma mãe de um coleguinha da Jubs e esta havia me dito que queria me apresentar um amigo dela... Sabem o que me aconteceu??? Meu psicológico 'se apavorou' com a saída que passei mal e fiquei de cama. Passou do horário da festa e eu melhorei automaticamente.
Estou voltando á estudar. CARAMBA!!Como é estranho colocar o cérebro para funcionar depois de um tempo. Ele parece que desaprendeu e resolveu ficar "enferrujado" e tá dando um trabalho danado para ele voltar á dar 'sinal de vida'.

Neste tempo que fiquei afastada, também tive uns probleminhas... nem sei se chamo de problemas... mas o problema foi o que senti. Meu avô faleceu com quase 99 anos. Ele fez parte da minha vida POR MUUUUUUITO TEMPO e é estranho passar os dias sem falar com ele ao telefone todo santo dia ou ir vê-lo. Minha avó ainda é viva e está se segurando melhor do que pensava que ia conseguir. Engraçado que por mais que você pense que a idade é ultra-avançada, você não consegue aceitar a partida daquela pessoa.
Ele era mineiro e amava bater no peito e dizer isto. 'Bom garfo' que não dizia não á um prato de tutu de feijão, couve e carne de porco. E ainda tinha aquele 'jeitim' de mineiro apesar de morar há anos no Rio de Janeiro.
Ele contava das aventuras dele em criança como quando meu bisavô pediu á ele para pegar o vinho e ele foi pegar no barril. Encheu a caneca, tomou, encheu de novo e levou para o biso. Meu biso pediu mais vinho e lá foi meu avô pegar mais vinho e tomou outra caneca e nisto mais uma vez... Foi quando meu avô não voltou á mesa. Todos acharam estranho e: Cadê ele??? Sabe onde ele estava? Chapado ao lado dos barris de vinho...
Ele realmente está fazendo falta.


Que mais tenho para contar á vocês...???? Ah! Comecei á malhar e parei de malhar... rs... Fugi da academia no terceiro mês. Agora estou penando para voltar á ter vontade para ir de novo.
Estou pensando em voltar á andar de bicicleta (coisa que não faço há uns... ... 20 e muitos anos) para andar com a Jubs que fica chateada em andar sozinha. Mãe se esforça para fazer de tudo com a filha, não é? Então vai saber? Amanhã apareço de bike e andando com a minha pequena.

É isto, gente. peço desculpas, de novo, por ter ficado ausente este tempo enorme. Mas agora "TÔ DE VORTA" rs...